TRINCÃO QUER O SPORTING, MAS BARCELONA COMPLICA

O desejo é antigo, remonta ao mercado de verão do ano passado, mas volta agora a reacender-se e, desta vez, com um fator que pode vir a ser decisivo num processo que, sabe A BOLA, pode arrastar-se até ao final do período de transferências:

 

Rúben Amorim quer Francisco Trincão e, desta vez, Francisco Trincão quer o Sporting. Há, porém, um obstáculo pelo meio que, para já, é inultrapassável: o Barcelona, clube detentor do passe do extremo internacional português de 22 anos, que em agosto de 2020 pagou 31 milhões de euros ao SC Braga pelo talentoso jogador.

 

Emprestado ao Wolverhampton, onde regista 29 jogos e três golos, Francisco Trincão já sabe que o futuro não passa pelo emblema inglês, orientado pelo português Bruno Lage. Depois de ter pago 6 milhões de euros pelo empréstimo do extremo do Barcelona, o Wolverhampton já comunicou ao emblema catalão que não vai exercer a opção de compra, cifrada em 30 milhões de euros. E, sem espaço na Catalunha, o futuro de Trincão volta a estar em aberto.

 

O Sporting, tal como no verão do ano passado, está disponível para receber Francisco Trincão por empréstimo mas, uma época volvida, as ideias do Barcelona parecem ter mudado.

 

O emblema catalão pretende recuperar o investimento feito

Deixe uma resposta