“Se sinto pressão pelo ‘Clásico’? Impossível ter mais…”

0
51
Ronald Koeman passou por coletiva de imprensa para analisar o ‘Clásico’ que acontecerá nesse domingo entre o Barcelona e o Real Madrid. O técnico azulgrana disse que será um jogo difícil.

O Camp Nou viverá um jogo de gala neste domingo. O Barça recebe o Real Madrid em encontro que parece vibrante.

Antes do ‘Clásico’, Ronald Koeman falou com a imprensa. Ele espera terminar o jogo com os três pontos embaixo do braço.

“Levamos duas vitórias e estamos com uma boa sensação. Estamos muito animados para jogar e mostrar ao público que queremos ganhar. Espero que o estádio esteja lotado e haja um ótimo ambiente”, disse.

Koeman acredita que tanto o Barça como o Real Madrid têm muito em jogo. “Nós dois temos coisas em jogo. Tudo pode acontecer. Não é decisivo, há uma longa temporada pela frente. Mas se vencermos, estaremos à frente“, continuou.

Não tenho medo. É um grande jogo e uma oportunidade de mostrar que temos uma grande equipe. Não sei se as pessoas vêem desconfiança, nós de dentro, não. Nós sabemos o que podemos fazer e vamos mostrar”, disse ele.

Para Koeman, o jogo é de 50%: “Não há favoritoJogamos em casa, temos nossos espectadores“.

O holandês vê Jordi Alba pronto para o ‘Clásico’, por isso o incluiu na lista dos convocados. “É verdade que ele teve alguns desconfortos. Neste sábado ele treinou normalmente. Ele está aqui para jogar“, disse.

Ansu Fati por parte do Barça e Vinicius por parte do Real Madrid são as novas esperanças de ambas as equipes. “Eles estão demonstrando muito. Os dois estão no caminho certo, estou falando de Ansu, que é do meu time. É preciso deixá-lo tranquilo para que ele se recupere e tenha um fundo. Não precisa pensar que ele está sozinho, há mais jogadores”, explicou.

Ele falou também sobre as renovações do próprio Ansu Fati e de Pedri. “Estou feliz. O importante agora é que precisamos ganhar”, disse ele cauteloso sobre o assunto.

Koeman evitou a questão de qual das duas equipes tem o melhor elenco. “Não sei. Sou treinador do Barça. Há uma diferença de experiência, mas também a que temos com outros jogadores. Eles têm jovens como nós e somos mais ou menos iguais. Há detalhes em que eles estão acima e outros em que somos melhores. Ambos tentamos tirar o máximo proveito de todos e é por isso que não vejo um favorito claro“, disse ele.

Ele pediu aos jogadores que disfrutassem. “É o primeiro ‘Clásico’ com gente. Que eles o vivam e dêem um grande jogo à torcida”, frisou.

Perguntaram se ele sentia mais pressão por ser Barça-Real Madrid do que em outro encontro. “Mais pressão? Já não posso ter mais… Como treinador do Barça já tenho o suficiente. Perdi e ganhei ‘Clásicos’ como jogador. Esta é meu primeiro como treinador. Estou ansioso por vencer o jogo”, disse.

Joan Laporta, em uma assembleia pouco antes da partida, disse novamente que confia em Koeman. “Não é preciso dizer toda semana. As coisas estão claras, me sinto apoiado, mas também sei que depende dos resultados”, comentou sobre o assunto.

Koeman admitiu que uma vitória daria um impulso de confiança ao time. “É importante vencer, ajudaria mentalmente. Não sinto que seja uma prova, mas é um ‘Clásico’ e queremos mostrar que merecemos vencer”, disse.

O holandês antecipou como pensa que será o encontro. “O Real é uma equipe experiente. Eles sabem conduzir o jogo. Priorizamos a posição da bola, eles jogam bem em contra-ataque. Em mais de um jogo eles nos prejudicaram nesse sentido. Temos que buscar o equilíbrio e, acima de tudo, ter personalidade”, comentou.

Koeman não quis dizer se haverá estreantes no ‘Clásico’ como Eric García, Gavi, Depay ou Agüero: “É preciso jogar. Há jogadores suficientes que viveram jogos contra o Real Madrid e podem ajudá-los”, disse ele brevemente.

Por fim, falou da chave para tentar prejudicar o Real Madrid: “Temos de ser eficazes. Temos jogadores de qualidade. Cada um tem de dar o melhor de si para vencer”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here