REDUÇÃO DE INFECÇÕES PELO HIV: Privilegiar uso do preservativo


Views: 1

FARCELINA CUMBE

AS mulheres constituem o grupo mais afectado pelo HIV/Sida, o que preocupa as autoridades sanitárias, que promovem e defendem a necessidade de negociação do uso do preservativo entre os parceiros.

Dados do Inquérito Nacional sobre o Impacto da Epidemia (INSIDA) de 2021 apontam que, na faixa etária dos 35 a 39 anos, uma em cada quatro mulheres é seropositiva, equivalendo a uma percentagem de 26,6 contra 15,9 dos homens.

“Alcançar a Igualdade e Equidade na Resposta ao HIV e Sida”, como forma de se dar maior atenção a este grupo mais afectado, foi o lema das celebrações do dia 1 de Dezembro passado.

Outro aspecto que preocupa as autoridades sanitárias é a prevalência da doença entre adolescentes e jovens dos 15 aos 19 anos, que ronda aos 4,5 por cento nas meninas, contra 1,6 nos rapazes.

O estudo aponta, igualmente, para o baixo uso do preservativo, sobretudo nas mulheres. Entre os jovens com idades entre os 15 e 24 anos, com dois ou mais parceiros sexuais, apenas 39,4 por cento de mulheres usaram o preservativo, contra 48,2 por cento dos homens.

Leia mais…

2 comments

Deixe uma resposta