Rapper Tay-K implora por nova oportunidade após condenação de 55 anos

Tay-K foi condenado há 55 anos de prisão.

Tay-K, o rapper conhecido por sua música “The Race”, pediu uma “segunda chance na idade adulta” enquanto cumpre uma pena de prisão de 55 anos por assassinato. Em uma série de tweets publicados na quinta-feira (5 de janeiro), o artista afirmou que a música The Race foi um fator determinante em sua longa sentença e alegou que, se fosse branco, não teria sido tão severamente punido. Ele apontou como exemplo uma garota branca que, na época dos fatos, também tinha 16 anos e foi condenada a 10 anos de liberdade condicional, mas já foi libertada da prisão.

Tay-K (cujo verdadeiro nome é Taymor Travon McIntyre) foi considerado culpado de assassinato em julho de 2019 pelo seu envolvimento em uma invasão de uma casa no Texas em 2016, que resultou na morte de Ethan Walker, de 21 anos. Além da condenação por homicídio, o rapper também foi condenado a 30 anos por roubo qualificado e recebeu mais duas sentenças de 13 anos de prisão por outras duas acusações de roubo qualificado. As sentenças estão sendo cumpridas simultaneamente.

Rapper Tay-K Sentenced to 55 Years in Prison for Murder

“Eu realmente só preciso de uma chance na idade adulta Aposto que se eu fosse um garoto branco, eles não teriam me condenado 55 anos por um crime em que fui acusado de desempenhar o papel mais insignificante quando eu tinha 16 anos… eles teriam argumentado com razão que minha mente não estava totalmente desenvolvida e me dado reabilitação e uma 2ª (1ª) chance na vida adulta”.

Ele acrescentou: “Um dos meus co-réus era uma garota branca que tinha 16 anos assim como eu… eles não a certificaram como adulta, mas me certificaram a mim e ao cafetão como adultos, o cafetão levou 30 anos, eu levei 55, ela acabou pegando 10 anos de liberdade condicional sem nenhum acordo… essa garota está em casa agora”. 

Confira abaixo as postagens no Twitter:

I really just need 1 chance @ adulthood

[email protected] (@tayk) January 5, 2023

I bet if I was a lil white kid they wouldn’t have gave me no 55 years for a crime I was alleged to play the most insignificant role in when I was 16….they woulda rightfully argued that my mind wasn’t fully developed and gave me rehabilitation and a 2nd (1st) chance at adulthood

[email protected] (@tayk) January 5, 2023

one of my codefendants was a white girl who was 16 jus like me…they didn’t certify her as an adult but they certified me n pimp as adults, pimp got 30, I got 55, she ended up getting 10 years of probation without no deal…that girl @ home rn

[email protected] (@tayk) January 5, 2023

One comment

Deixe uma resposta