EntretenimentoMúsicas

Rapper Silentó é preso sob acusação de assassinar seu primo em Atlanta

O rapper do hit “Watch Me (Whip / Nae Nae)” de 23 anos foi preso várias vezes nos últimos meses.

Nos últimos meses, Silentó, de 23 anos, parecia estar em uma espiral descendente, fazendo com que muitos se preocupassem com seu bem-estar. Tudo começou em setembro, quando ele foi preso em Los Angeles após ter invadido a casa de uma família, segurando um facão e procurando sua suposta namorada. Mais tarde naquele mês, foi emitido um mandado de prisão contra ele, depois que ele não compareceu ao tribunal.

No mês seguinte, Silentó foi mais uma vez preso por direção imprudente e na câmera corporal desse incidente, ele disse aos policiais que o então presidente Donald Trump lhe mandava mensagens de texto diariamente pedindo ajuda.




A polêmica parecia ter diminuído para Silentó desde outubro, mas ontem (1º de fevereiro), surgiu a notícia de que ele está mais uma vez em apuros com a lei. Ele subiu ao estrelato com seu hit “Watch Me (Whip / Nae Nae)”, mas agora ele está enfrentando acusações de que ele assassinou seu primo. De acordo com o Atlanta Constitution Journal, em 21 de janeiro, a polícia respondeu a uma chamada de tiros. Quando chegaram, encontraram Frederick Rooks, de 34 anos, morto no local com vários ferimentos à bala.Uma investigação levaria os detetives a Silentó, cujo nome verdadeiro é Ricky Hawk, depois que eles examinaram as imagens de vigilância na área. Depois que a noticia chegou, a equipe do rapper emitiu um comunicado por meio de seu Instagram onde pede “oração e energia positiva”. Na legenda, acrescentaram: “Isso também passará!!“

“Por favor, envie ao meu cliente Silentó algumas vibrações positivas”, escreveu Chanel Hudson. “Nos últimos anos, Ricky tem sofrido imensamente com uma série de doenças mentais. Continuaremos em seus esforços de tratamento, mas enquanto isso pedimos que o público o levante e sua família em oração imediata e energia positiva!!”

Leave a Response

//couptoug.net/4/3518993
%d bloggers like this: