Desporto Noticias

“Na Espanha achavam que Cristiano era um fardo…”

Written by AntonioCuata
O ex-presidente do Bayern de Munique, Rummenigge, deu sua opinião sobre a saída de Cristiano Ronaldo do Real Madrid e da Juventus. O ex-jogador defendeu o português e disse que não o consideraram o suficiente para evitar sua saída.

Rummenigge falou sem papas na língua em conversa com a ‘La Gazzetta dello Sport’ e comentou sobre a saída de Cristiano Ronaldo do Real Madrid e da Juventus.

Para o ex-diretor do Bayern de Munique, CR7 não devia ter saído do Real, porque na Juventus continuo rendendo bastante, assim como acontece atualmente em sua segunda passagem pelo Manchester United.

“O que pensaram dele na Juventus também foi o que pensaram no Real Madrid. Na Espanha inclusive achavam que estavam se livrandeo de um fardo, sobretudo econômico. Mas ele é um jogador que constantemente marca gols”, disse.

Rummenigge argumentou que “ele está demonstrando isso no Manchester United” porque “mantém um físico incrível“.

Sobre seu adeus da Juve, Rummenigge opinou que Cristiano “talvez não tenha se sentido querido pela torcida e nem pelo clube”, mas que no fim “ambas as partes ficaram felizes por um final favorável”.

About the author

AntonioCuata

Leave a Comment