Jake Paul diz que parou de lutar contra “caras velhos” e afirma que os lutadores mais jovens estão “com medo”

Jake Paul não está lutando mais com caras velhos.

Como Jake Paul subiu na hierarquia dos esportes de combate, ele foi constantemente criticado por sua escolha de oponentes. Alguns críticos sugeriram que ele não lutou com um boxeador de verdade, enquanto outros se concentraram nele lutando contra ex-lutadores de MMA que estão além de seu auge. Seu confronto com Hasim Rahman Jr foi cancelado devido a problemas com a pesagem, enquanto Tommy Fury não conseguiu entrar nos Estados Unidos para lutar contra Jake.

Enquanto olha para 2023 e um suposto retorno aos ringues em meados de fevereiro, Jake Paul já foi chamado por alguns ex-lutadores do UFC. No entanto, parece que ele deixou de lutar com “velhos” por enquanto. Paul conversou com o YouTuber de MMA The Schmo em 2 de janeiro e foi questionado sobre uma possível luta com Donald ‘Cowboy’ Cerrone depois que o ex-candidato peso leve do UFC disse que estaria aberto a lutar contra Jake.

Capa Jake PaulFoto: Louis Grasse/ PxImages

“Não sei, estou meio cansado de bater nesses velhos assim, sabe o que estou dizendo”, disse o youtuber que virou boxeador ao jornalista de MMA. “Então, estou apenas tentando trazer alguém mais jovem, mas todos estão com medo, honestamente. Eles estão apenas tentando proteger seus registros”.

Em sua última disputa, ele venceu o brasileiro Anderson Silva. A luta foi muito disputada, mas Paul no final, selou a vitória ao derrubar Silva no oitavo round com a mão direita. Jake Paul descreveu ganhar de Anderson, alguém de quem ele era um grande fã quando criança, como “surreal”.

“Ele era meu ídolo enquanto crescia”, disse Paul. “Ele me inspirou a ser grande”. disse. Este foi o confronto mais difícil até agora para Jake Paul, o especialista em mídia social de 25 anos. Silva tem 47 anos, mas teve atuações sólidas no boxe, incluindo uma vitória sobre o ex-campeão mundial Julio Cesar Chavez Jr., após deixar o UFC em 2020.

Confira abaixo o vídeo no YouTube:

2 comments

Deixe uma resposta