Escolas públicas de Nova York banem ChatGPT

O departamento de Educação de Nova York decicidiu banir o ChatGPT com a intenção de evitar que os alunos usem o bot

Postado em: 06-01-2023 às 17h41

Por: Cecília Epifânio

Escolas públicas de Nova York banem ChatGPT | Foto: Jakub Porzycki/Reuters

O departamento de Educação de Nova York decicidiu banir o ChatGPT com a intenção de evitar que os alunos usem o bot como uma forma de “cola” para escrever textos e resolver problemas de matemática, entre outras tarefas que a tecnologia pode lidar.

“Devido a preocupações com impactos negativos na aprendizagem dos alunos e preocupações com a segurança e precisão do conteúdo, o acesso ao ChatGPT é restrito nas redes e dispositivos das escolas públicas da cidade de Nova York”, afirmou a porta-voz do departamento de educação Jenna Lyle em comunicado.

Como funciona

Disponível neste link como uma página de bate-papo, o ChatGPT foi treinado por inteligência artificial e aprendizado de máquina.

Continua após a publicidade

A ideia é de que a máquina replique automaticamente o pensamento e atuação das pessoas. Por isso, quanto mais interação existir com humanos, mais a máquina se aprimora. Pensando nisso, a página do ChatGPT incentiva que as pessoas dialoguem com ele.

Para gerar a informação, o chat usa textos disponíveis na internet.

Como testar

Qualquer pessoa pode entrar no site e testar o chatbot. A empresa pede para que os usuários criem uma conta antes e, minutos depois, já é possível interagir com robô.

Acesse o site;Toque em “Sing Up” para criar uma conta;Depois, “Create an OnpenAI account”;Informe um e-mail, senha e confirme a criação;Após criar a conta, toque em “Try it” no topo da tela;Inicia a conversa com ChatGPT.

Agradecemos a todos que vistam nosso site e compartilham os links além disso , pedimos que curta a nossa página.

Acompanhe as novidades de música no site diariamente, faremos o máximo para trazer as músicas do momento só pra você.
Download
mp3
for free
house
amapiano
download mp3
Fofoca
novidades
entretenimento

2 comments

Deixe uma resposta