CANCRO DA PRÓSTATA MATA MAIS DE 1.000 CIDADÃOS POR ANO


Views: 1

Pelo menos 1.000 cidadãos morreram no ano de 2021 em Moçambique, vítimas do cancro da próstata, de um total de 1.700 casos diagnosticados no mesmo período.
A médica de clínica geral, Beatriz Diego, atribui a elevada taxa de mortalidade à fraca aderência às unidades hospitalares, onde é possível fazer o rastreio.

“O mais alarmante é que a maioria dos pacientes quando chega às unidades sanitárias o seu estado da doença está num estágio muito avançado ou em fase de metastática e, infelizmente, nesses casos temos imensas dificuldades em tratá-los”, disse a fonte da AIM, durante uma mesa redonda sobre prevenção do cancro havida há dias em Maputo, organizada pela Universidade Pedagógica.

O evento é fruto de uma parceria com a Liderança, Educação, Democracia, Artes e Ambiente (LEDA), uma organização cívica não-governamental moçambicana, e contou com a presença de várias individualidades do mundo da saúde, académico, social e cultural. O mesmo tinha por objectivo conscientizar a população académica sobre o cancro, em particular da próstata, tratando-se do Novembro Azul.

Leia mais…

One comment

Deixe uma resposta