AMORIM DEFINIU METAS PARA A ÚLTIMA JORNADA

A 33.ª jornada confirmou a perda do título de campeão nacional para o Sporting, pese embora a vitória leonina no Algarve (3-2), com direito a reviravolta, diante do Portimonense.

Com nova presença na fase de grupos da Liga dos Campeões garantida – há 51 anos que o Sporting, depois de ser campeão, não ficava acima do 3.º lugar na época seguinte -, podia pensar-se que a derradeira ronda do campeonato, em Alvalade, diante do Santa Clara, não seria mais que mero cumprir de calendário. Nada mais errado, pelo menos na mente de Rúben Amorim e, consequentemente, do plantel.

O treinador dos leões, tal como relembrou na conferência de imprensa de antevisão ao Portimonense, quer igualar os 85 pontos da época passada, que foram sinónimo de título, repetindo assim o segundo melhor registo de sempre do clube, apenas atrás dos 86 pontos de Jorge Jesus em 2015/2016. O Sporting, de resto, igualou as 26 vitórias de 2020/2021, número que nunca sido alcançado, em duas épocas seguidas, em Alvalade.

Deixe uma resposta