A carreira do Laylizzy não foi tão brilhante como se esperava??

Bem, não sei responder de concreto, mas o bagulho é o seguinte.
A primeira vez que eu ouvi o Laylizzy estava a ver vídeos aleatórios no YT, até que apareceu o vídeo da música “SLAY”.
Quando estava a ver o vídeo pensei logo de primeira, “Quem é esse gajo???”
Pelo nome, pela atitude, pelo inglês, pensei que fosse um sul africano qualquer.
Mas depois de ver os créditos e investigar bem, caiu a ficha.
Afinal o desgraçado é Moçambicano!!!
Investiguei mais, me surgiram as músicas “Hello” com AKA e “Tha CREW” e “Too Much”.
Tinha a certeza que estava a ver um artista de topo, um gajo com uma capacidade terrível cujas músicas entraram na minha cabeça logo de primeira.
Na altura ele fazia parte da Geobek Records, uma gravadora independente com uma visão pan-africana para a música e os talentos africanos.
Não sei se o Lizzy ainda faz parte da Geobek, mas o Ellputo continua.
Ellputo é talvez o produtor musical moçambicano mais popular, foi responsável pela produção dos grandes sucessos do LayLizzy.
Mas voltando ao assunto principal, de lá pra cá, Laylizzy até lançou “muita” música, sei que teve a mixtape “No Fears”, no ano passado, que apesar de ser um projecto sólido, já não teve o mesmo impacto que teve em 2016 quando ele explodiu.
E você leitor, diga-me, o rapper Laylizzy atingiu o potencial que se esperava dele? Por quê?
By: PCA

Deixe uma resposta